10 de jul de 2012

ABERTURA DO RETIRO PROVINCIAL

Rio de Janeiro






Dia 9 de julho, segunda-feira: chegada, abertura e primeira meditação

Os religiosos agostinianos recoletos da Província Santa Rita de Cássia começaram a chegar ao Rio de Janeiro para o retiro anual no final da tarde do dia 9, segunda-feira. Os frades vieram:

- do Estado do Rio de Janeiro: Cidade do Rio de Janeiro;
- do Estado de São Paulo: São Paulo Capital, Ribeirão Preto, Franca e Igarapava;
- do Estado do Espírito Santo: Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo e Muqui.

Todos se reuniram para a oração seguida do jantar. Logo depois da refeição frei Alcimar deu as boas-vindas, o provincial frei Nicolau fez a abertura e padre Alfonso iniciou o retiro com a primeira meditação.




A meditação da noite do dia 9 foi sobre o retiro como “tempo-espaço simbólico”.

O ser humano é muito valorizado atualmente pelas funções e pela produtividade exercidas. Quem sou eu para além das funções e produtividade? O serviço eclesial nos leva a olhar para fora, para os outros. Isto é de fundamental importância, sem dúvida. Entretanto, é igualmente necessário olhar para o nosso interior, para o nosso “eu” profundo. A tentação do ativismo é muito grande.

Duas são as dimensões básicas da pessoa:

1- Interiorização: auto-possessão; liberdade e auto-responsabilidade; auto-finalidade.
2- Abertura: ao mundo; aos outros seres humanos; a Deus.

É uma necessidade a articulação entre a interiorização e a abertura. Também é preciso estar atendo ao risco da unilateralidade.







O retiro como “tempo e espaço simbólico” propicia vivenciar:

- a importância antropológica do silêncio;
- o encontro com o nosso “eu” mais profundo;
- o encontro mais profundo com o Deus Ágape;
- o encontro com os irmãos numa dimensão mais profunda.

O retiro propiciará também meditação sobre a revitalização que a Ordem dos Agostinianos Recoletos vivencia na atualidade.

Para fechar a noite, dois textos para meditação:

1- Evangelho de Mateus 13, 4-9
2- Evangelho de Mateus 13, 18-23




Nenhum comentário:

Postar um comentário