8 de jul de 2014

FREI GUSTAVO NOS CONTA COM FOI A “MESA REDONDA” SOBRE O TRÁFICO HUMANO NA PRELAZIA DE LÁBREA-AM.

Prelazia de Lábrea
Lábrea-AM



Dom Jesus (terceiro da esquerda para direita) e Frei Gustavo (sétimo da esquerda para direita)
 

Concluindo os trabalhos com a Irmã Gabriella Bottani, missionária comboniana, representante da coordenação nacional da rede um grito pela vida, tivemos nesse sábado (05/07/2014), em Lábrea-AM, uma “mesa redonda” sobre esse tema tão relevante da Campanha da Fraternidade e Tráfico humano.

Contamos com a participação de membros representantes de diferentes áreas da sociedade: Representando a Prefeitura Municipal de Lábrea, o Prefeito Evaldo Gomes; representando o Poder Legislativo, o Vereador Irmão Marcelo; Representando a Segurança Pública, o Tenente Laurênio; representando o Conselho Tutelar, Josivaldo Anjos da Rocha; Representando o Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS), a Assistente Social Maria de Jesus Carlos Arruda; Representando as Igrejas Evangélicas de nosso município, o também Secretário de Educação Valdinei Vital; Representando a Igreja Católica, o Bispo Dom Jesus Moraza. Contamos também com a participação de uma psicóloga de Lábrea, Samara Maia; e de uma psicóloga vinda de Canutama Aline Raquel Padilha; e também a participação da já citada Irmã Gabriella Bottani. E para mediar as reflexões dessa mesa redonda foi convidado Frei Gustavo.

Durante a “mesa redonda” foram abordadas diversas reflexões sobre o tema do tráfico de pessoas, especialmente de crianças, tráfico de órgãos, exploração sexual de menores e mulheres.

Nossos municípios do interior do Amazonas têm sofrido demais também com o tráfico de drogas e que a mesma também ajuda a manter a exploração sexual. Tanto o Conselho Tutelar, como a polícia militar apresentaram diversos casos em nosso município, que tem haver com o tráfico humano. Esperamos de nossas autoridades providências jurídicas para que esses crimes não fiquem impunes.

A sociedade, na mesa redonda, também foi convidada a participar na Câmara dos Vereadores com ideias e projetos que possam ajudar nossos adolescentes e jovens a saírem dessas situações de risco e vulnerabilidade.

Exatamente essa vulnerabilidade familiar que mais foi tocada pelos componentes da mesa. Em nossos municípios de Lábrea e Canutama, os quais estávamos refletindo no momento, estamos percebendo que a maioria dos problemas de tráfico e exploração sexual tem acontecido dentro dos próprios lares, muitas vezes pelos próprios parentes. E a pergunta que fica a cada um de nós é a seguinte: o que estamos fazendo para mudar essa triste realidade?

Que possamos incansavelmente lutar pelo valor da vida humana. Lutar para que as pessoas não sejam tratadas como mercadorias, sendo comercializadas, mas sim que sejam vistas como filhos e filhas amados de um Deus que se compadece de seu povo. Deus espera de cada um de nós sermos seus profetas que, além de anunciar seu amor, também somos capazes de denunciar aquilo que vai contra a vida humana e sua dignidade na sociedade.

Convidamos a toda população que não tenha medo de denunciar qualquer coisa que saiba sobre o tráfico humano, tráfico de drogas, trabalho escravo, exploração sexual de crianças e adolescentes. Basta que você disque 100 ou 180; a ligação é totalmente sigilosa.

JOQUE A FAVOR DA VIDA. DENUNCIE O TRÁFICO DE PESSOAS!!!

Frei Gustavo Barbiero Mello, oar
 
 
Saiba mais acessando a nossa WEB

OFICIAL:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário